fbpx

Como desenvolver seu networking na sala de aula

Como desenvolver seu networking na sala de aula

O Networking é uma prática muito recorrente na área dos negócios. Entretanto, é possível realizar o networking até mesmo dentro da faculdade. Neste artigo falaremos um pouco sobre o networking e como ele pode ser realizado dentro da sala de aula.

Por ser uma ferramenta interessante para o campo do mercado de trabalho, o networking deve ser incentivado ao máximo. Ter um networking significa ter boas referências sobre o trabalho que você faz. Para conhecer mais sobre o networking e como ele pude te ajudar na sua carreira, continue lendo este artigo.

O que é networking?

O networking nada mais é do que uma rede de contatos. Ela serve para melhorar as relações entre pessoas do mesmo ramo ou até mesmo contratantes na sua área de trabalho. Além disso, tornar uma empresa mais conhecida também é uma das coisas que a networking pode fazer. Aumentar a visibilidade dos profissionais é outra função da networking.

O termo networking surge da junção de outros dois: ‘net’ e ‘work’. O primeiro se refere a uma rede (de comunicação). ‘Work’ significa, literalmente, trabalho. Network, portanto, significa uma rede de contatos. O networking é, portanto, o ato de trocar informações entre suas redes de contato e pessoas de confiança. Imagine como se fosse uma relação de trabalho entre você e um dono de empresa. Ou um professor conhecido.

Independente do fim que essa relação é feita, ou seja, se é para amizade ou somente para melhorar as economias, ela é uma grande oportunidade e abre portas para futuros profissionais.

É questionável se essa atitude é correta ou não, mas a relação entre as pessoas por meio de um networking garante benefícios mútuos sobre os quais falaremos mais a frente.

Boa parte das oportunidades surgem da networking. Assim sendo, ter uma networking é essencial para agarrar uma grande oportunidade. Falaremos um pouco sobre os motivos de se ter uma networking a seguir.

 

Por que fazer networking?

Se você ainda está lendo, certamente quer saber os motivos para se fazer um networking. Isso é muito simples: ele abre oportunidade de trabalho. Quando se tem uma boa relação com diferentes pessoas, principalmente do mesmo setor, a oportunidade de você ser referenciado para alguém maior por outro alguém é muito grande.

Um professor, por exemplo, que reconhece que você é um bom aluno, certamente o referenciará. Algumas oportunidades de trabalho chegam a ser até mesmo exclusivas para alunos que mantém boas relações com os professores.

Essas relações de networking têm o intuito de tornar um profissional mais conhecido no mercado, autorizando-o a agarrar as várias oportunidades apresentadas a ele dentro do contexto profissional.

Além disso, você pode acrescentar as suas amizades profissionais ao leque de amizades pessoais. Afinal, quem não gostaria de virar amigo de um grande CEO?

Em todo o momento nós estamos fazendo amizades e atitudes que nos aproximam mais de outras pessoas. Nesse sentido, a faculdade pode ser uma boa criadora de networking. Em seguida, falaremos sobre como fazer o networking no ambiente de aprendizado..

Como fazer networking no ambiente de aprendizado

Independente do curso que você faz na faculdade, o networking está presente. Quando você questiona para uma pessoa qual o conteúdo passado em sala de aula, ela pode tornar sua amiga no futuro. Algumas amizades ocorrem inevitavelmente, e algumas delas costumam levar você até o networking. Até mesmo inconscientemente.

Existe uma teoria chamada “small world problem” que afirma que estamos somente a seis pessoas de distância de qualquer pessoa na Terra. Se você quiser saber quem conhece Donald Trump, por exemplo, basta buscar as seis pessoas específicas que levarão você até o presidente dos Estados Unidos.

A importância de fazer o networking no ambiente da faculdade é gigantesca. Os estudantes da pós-graduação costumam levar as amizades para o resto da vida. Isso ocorre porque a probabilidade dessas pessoas serem colegas de trabalho no futuro é muito grande.

Para fazer uma networking na faculdade, busque fazer amizades e mantê-las ativas até mesmo fora da graduação.

Caso necessário, convide alguns contatos para sair e conversar sobre novas ideias de negócios. Converse com contatos dos seus contatos.

Se você conseguir reunir dois colegas, por exemplo, de um contato da sua lista, certamente avançará com o seu networking. Mas lembre-se: a sua lista não deve ter quantidade. A qualidade deve ser sempre priorizada.

Somente assim é possível impulsionar a carreira com o networking. Outras dicas para impulsionar sua carreira podem ser lidas a seguir.

Dicas para impulsionar sua carreira com o networking

Nossa primeira dica é, certamente, uma muito comum: crie um LinkedIn. O LinkedIn, como o próprio nome diz, permite que você se conecte com outros profissionais. A sua rede de conexões cresce na medida em que você aceita novos colegas. Pessoas podem achar você pela localização ou pela instituição que você estuda. Em suma, criar uma conta no LinkedIn e achar colegas que você conhece é um excelente começo. Impulsionar a carreira fica a poucos passos depois desse.

Ser participativo também ajuda no impulsionamento da sua empresa. Perceba que os gestores mais famosos são aqueles que lidam bem com as pessoas e no tratamento delas. Boa parte dos seus colegas na rede de contatos trabalha para ele. Lembre-se que participar e conversar, questionar e conseguir novas amizades são atitudes bem-vindas quando se fala em networking. Contudo, tome cuidado para não forçar a barra. Tudo tem o seu limite. Participar demais pode trazer uma imagem negativa à pessoa. Portanto, você deve fazer sua participação na medida correta.

Conclusão

Em resumo, o networking precisa ser utilizado como uma ferramenta para ganhar contatos dentro da universidade. Somente assim será possível abrir novas portas para novas ideias e negócios. Criar a sua própria rede de contatos torna-se essencial em um mundo globalizado que precisa do trabalho mútuo para atingir o sucesso. Portanto, crie a sua networking na sala de aula amanhã mesmo!