fbpx

Cursos livres aumentam a empregabilidade

Cursos livres aumentam a empregabilidade

Primordialmente, o planejamento da própria carreira é necessário para conquistar o sucesso esperado.

Portanto, um curso livre pode ter um impacto muito positivo para a construção profissional de uma pessoa, capacitando-a em determinada função no mercado de trabalho.

Atualmente, estamos vivendo uma era de mudanças profundas, diante do surgimento de novas profissões e o desaparecimento de outras. Por isso, o indivíduo deve saber se posicionar no contexto atual para colher frutos positivos no futuro.

Caso contrário, poderá perder anos preciosos da vida por ter feito escolhas erradas e, além disso, ainda ter que correr atrás do prejuízo.

Veja, logo abaixo, um panorama do mercado de trabalho e entenda mais sobre a importância dos cursos livres e como eles podem contribuir para o seu desenvolvimento profissional.

O que são os cursos livres?

Os cursos livres oferecem capacitações específicas, de assuntos pontuais, diferentemente de um curso técnico ou de curso de nível superior. Logo, o curso livre não requer uma formação anterior.

Sendo assim, as empresas que ofertam os cursos livres não precisam de autorização do Ministério da Educação (MEC) para criar esse tipo de treinamento.

O termo curso livre caracteriza justamente a liberdade de oferta de treinamento bem como da organização do conteúdo, da carga horária, da forma de apresentação dos assuntos e do método de avaliação.

Entretanto, isso não significa que os cursos não tenham qualidade. Se você escolher uma empresa que tem tradição no ramo de educação, poderá se capacitar de maneira a atingir níveis satisfatórios de aprendizado.

Por suas capacitações não serem regidas por legislações específicas, o curso livre faz parte da modalidade de educação não formal.

Por exemplo, cursos de idiomas, de tecnologia, de empreendedorismo, de artes, de fotografia e de um ofício específico (costureira, pintor etc.) são considerados livres. Inclusive, caso tenha se interessado, pode conhecer nosso curso de Fotografia Básica, ministrado pelo professor Fábio Rogério.

Esses tipos de treinamentos são muito úteis para promover ao indivíduo qualificação profissional em determinada área ou atualizá-lo a respeito de técnicas ou ferramentas recentes.

Além disso, abre novas possibilidades de atuação no mercado de trabalho.

Outra característica marcante de um curso livre é o fato de ele não ter uma duração fixa, como acontece com cursos técnicos e de graduação. De modo que o profissional pode se capacitar em poucas horas acerca de um software ou de métodos de trabalho.

O curso livre também possui uma abordagem mais prática do assunto estudado e permite que o estudante consiga usar profissionalmente o conteúdo aprendido nas aulas.

Nesse tipo de curso não há um diploma, como nos cursos técnicos ou de graduação, mas sim um certificado de qualificação profissional.

Embora esses documentos não deem um título de habilitação para o aluno, na prática, eles contribuem bastante para o enriquecimento do currículo.

Inegavelmente apontam não só a proatividade do indivíduo na busca por formação por conta própria, como também o domínio de tecnologias e conhecimentos práticos demandados pelas empresas.

Nos primórdios da educação à distância, no Brasil e no mundo, o curso livre foi uma maneira de muitas pessoas se capacitarem e ingressarem no mercado de trabalho, numa época em que o ensino não era universalizado como hoje e havia bastante dificuldade para se ter acesso à formação de qualidade.

Antigamente, o curso livre era feito por cartas. Porém, com o avanço da tecnologia, essa modalidade de educação não formal profissionalizante pode ser feita pela internet, no conforto de casa, muitas vezes com medição em tempo real do aprendizado.

Por que escolher os cursos livres?

Como já ressaltado, vivemos uma era de profundas transformações em que o “novo” fica “ultrapassado” de forma rápida.

Então, as mudanças acontecem frequentemente nas empresas e no mercado de trabalho. Afinal, as organizações precisam acompanhar as tendências, para poderem suprir as novas necessidades dos clientes.

Desse modo, para se manterem atualizadas, as empresas buscam contratar profissionais que consigam utilizar as mais modernas tecnologias, como por exemplo, as plataformas de e-commerce ou os softwares para edição de vídeos.

Aliás, a informática avança a passos largos, muito mais rápido do que os currículos das universidades, que são revistos às vezes de década em década.

Em alguns casos, o indivíduo já tem graduação há uns cinco anos (esse tempo é mais do que suficiente para se desatualizar hoje em dia) e sente a necessidade de dominar uma nova ferramenta da área em que atua.

Valorização do currículo

O curso livre tem grande importância na reciclagem de conteúdos de um profissional, já que ele não precisa voltar para a faculdade para rever todo o conteúdo de novo.

É, por sua vez, uma capacitação bastante versátil e foca em práticas utilizadas no dia a dia do trabalho.

No passado, quando era feito por intermédio de cartas, e na atualidade, com os avanços dos recursos da internet, o curso livre é uma importante modalidade de profissionalização de indivíduos, de praticamente qualquer idade.

Esse tipo de treinamento democratiza o acesso ao ensino, principalmente, para quem realmente tem vontade de aprender e não mede esforços para crescer na carreira, mesmo sem formação anterior.

Vantagens e benefícios do curso presencial

Atualmente, é praticamente uma obrigação de qualquer profissional fazer ao menos um treinamento de atualização por ano.

Em algumas empresas esse tipo de capacitação é requisito indispensável para a ascensão. Contudo, na correria do dia a dia, nem sempre os trabalhadores conseguem tempo para realizar um curso técnico ou uma pós-graduação.

Por isso, o curso livre tem como vantagem a curta duração. Dessa maneira, por meio de aulas que tratam de assuntos específicos da rotina que desenvolve na empresa, o profissional pode acelerar o processo de aprendizagem.

Além disso, outro benefício do curso livre é proporcionar uma ocupação para a pessoa que só possui o ensino médio e pretende realizar um trabalho para o qual não precisa de ensino superior, por exemplo.

Ao fazer um treinamento mais rápido do que um curso técnico, como resultado o indivíduo pode realizar trabalhos específicos e, em alguns casos, até como freelancer. Cada profissional tem as próprias carências de conhecimento.

Ademais, a vantagem do formato de curso livre é que a pessoa pode “criar”, ao longo do tempo, uma formação voltada exclusivamente para o próprio perfil, ao escolher treinamentos estratégicos para os objetivos de carreira.

Só para ilustrar, um técnico em informática pode realizar um curso de gestão de projetos, para poder coordenar uma equipe com maior eficácia. Pensando nesse sentido, também pode ser muito bem-vindo o nosso curso de Habilidades de Comunicação para Líderes, que permite ao profissional a habilidade de se comunicar de maneira eficiente com pessoas de diferentes backgrounds.

Os certificados de curso livre ainda podem demonstrar ao recrutador que o candidato a uma vaga é um profissional atento ao que ocorre na própria profissão e que busca se manter atualizado sobre as tendências do mercado.